quarta-feira, 28 de março de 2012

um poema que não precisa, necessariamente, ser vermelho


havia um homem
que vivia sua vida vermelha.
todos os dias, acordava de seu sono vermelho
se levantava de sua cama vermelha
tomava seu banho vermelho
e seu café vermelho.
saía pra seu trabalho vermelho
no seu carro vermelho.
parava no sinal, que por coincidência, também era vermelho.
ligava o som vermelho
e fechava os vidros vermelhos
de seu carro vermelho
pra não ver a cor dos meninos do sinal
vermelho.
comprava um jornal vermelho
lia as notícias vermelhas
e formava sua opinião vermelha acerca delas.
passava o dia vermelho
com pessoas vermelhas.
sorria vermelho,
quando sorria.
gastava seu tempo curto e vermelho
em fazer coisas vermelhas
mesmo que preferisse às amarelas ou às azuis.
mas fazia, porque tudo era vermelho.
chegando a noite vermelha,
chegava à casa vermelha,
com dores de coluna e centavos de salário vermelhos.
deitava a cabeça vermelha
no travesseiro vermelho
e fechava os olhos vermelhos pra deixar tudo escuro
e voltar pro sono vermelho de onde viera.

lá fora,
três tiros.
uma sirene.
dois cheira-colas estirados no chão.
uma só poça de sangue,
a única coisa realmente vermelha nessa história,
mas que permaneceu incolor.

Rivaldo Júnior
  

segunda-feira, 26 de março de 2012

ambos os dois



vida dupla.
duas vias.
viva as duas.
duras vi-as.
vi nas dunas,
duo sem vida,
vira a rua
de tuas vilas.

nas dívidas,
nas dádivas,
nas dúvidas.

nas vidas. 
Rivaldo Júnior
  

sexta-feira, 23 de março de 2012

Felicidade? (O Teatro Mágico)




Felicidade?

Disse o mais tolo: "Felicidade não existe."
O intelectual: "Não no sentido lato."
O empresário: "Desde que haja lucro."
O operário: "Sem emprego, nem pensar!"
O cientista: "Ainda será descoberta."
O místico: "Está escrito nas estrelas."
O político: "Poder"
A igreja: "Sem tristeza? Impossível.... (Amém)"

O poeta riu de todos,
E por alguns minutos...
Foi feliz!

  

terça-feira, 20 de março de 2012

segunda-feira, 19 de março de 2012

Taregué (Maria Gadú)


Taregué foi pro mundo com Zaino e pé
Querendo encontrar, colheu.
E girando no sonho se enlaçou
Espasmos de ar e Zeus...
Véus de amores!
Dançou e bebeu com os seus.

Pela dança a origem se fez vir,
A lua ao contrário viu.
Semeando um pouquinho mais de si
O canto ecoou no rio!
Seus valores, janela feliz ao se abrir.

O pranto que cura a dor
Das margens do rio a enchente.
O peso do Zaino nas costas,
Brilho da córnea e dos dentes.
Do sarro, a risada e o cigarro,
Juras à noite de um longe pra sempre...
Usa do pão e do vinho pra ressureição
Do seu corpo pra mente.

Voa taregué, vá longe, vá buscar!
Volte taregué, teu reino a te esperar!

quinta-feira, 15 de março de 2012

xilocotidiano




tudo se encaixa 
no caixote da cabeça.
um feixe.
uma faixa.
uma trouxa.

cuide, maria, vá buscar água!
                 menina moça, não tem tempo pra paixão.

           Rivaldo Júnior

quarta-feira, 14 de março de 2012

faíscas puseram fogo em londres





não me dê cabimento,              
ou despeje logo a gasolina e taque fogo
no meu coração.                  

Rivaldo Júnior

terça-feira, 13 de março de 2012

O Bicho (Manuel Bandeira)







Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem. 










quinta-feira, 8 de março de 2012

Você É Linda (Caetano Veloso)

às mulheres.

Fonte de mel nos olhos de gueixa.
Kabuki, máscara.
Choque entre o azul e o cacho de acácias,
Luz das acácias,
Você é mãe do sol.


A sua coisa é toda tão certa
  - Beleza esperta.
Você me deixa a rua deserta
Quando atravessa e não olha pra trás...


Linda
E sabe viver.
Você me faz feliz!
Esta canção é só pra dizer
E diz;


Você é linda, mais que demais,
Vocé é linda sim.
Onda do mar do amor
Que bateu em mim.


Você é forte, dentes e músculos,
Peitos e lábios.
Você é forte

Letras e músicas
 - Todas as músicas
Que ainda hei de ouvir!
No Abaeté, areias e estrelas
Não são mais belas
Do que você...


Mulher das estrelas,
Mina de estrelas,
Diga o que você quer.


Você é linda
E sabe viver...
Você me faz feliz.
Esta canção é só pra dizer
E diz;


Você é linda, mais que demais,
Você é linda sim.
Onda do mar do amor
Que bateu em mim.


Gosto de ver você no seu ritmo
Dona do carnaval.
Gosto de ter, sentir seu estilo
Ir no seu íntimo:
Nunca me faça mal!


Linda, mais que demais,
Você é linda sim.
Onda do mar do amor
Que bateu em mim.


Você é linda
E sabe viver
- Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Mizaru Kikazaru Iwazaru



as pessoas  cegam e você não ouve.
                surdam e você não fala.
                mudam e você não vê.

Rivaldo Júnior